Um dos assuntos que acabou surgindo na caixinha de perguntas que eu deixei no stories durante a semana foi sobre nos depararmos com a impossibilidade de fazermos aquilo que gostaríamos, seja com relação a saudade e relacionamentos, seja com relação a decisão de familiares respeitarem a quarentena ou não, seja com relação a como lidar na convivência… E indo mais além penso também na questão de nos vermos impedidos de fazermos o que gostaríamos em tantos aspectos nesse momento.⠀

E aí me veio em mente essa frase:⠀ ⠀
“O que é possível fazer quando não podemos fazer tudo o que gostaríamos?”, reflexão essa que eu penso que vai além da questão da Pandemia… ⠀

Pois a vida, ah… A vida… Ela nos surpreende, ela apresenta mudanças de planos, nos apresenta imprevistos e impossibilidades, ela nos apresenta o novo, e o assustador, apresenta e sempre apresentou.⠀

E hoje? Hoje aquilo que se mostrava tão permeado em pequenas proporções pode estar sendo tão duro chegando “tudo de uma vez” e nos convidando a pensar em alternativas, a entrarmos em contato com nossas angústias e desconfortos, com a saudade e tantos outros sentimentos e a pensarmos sobre como criarmos caminhos e alternativas para que diante da impossibilidade do ideal do que gostaríamos, que possamos sim encontrar alguma possibilidade de ainda assim ser possível fazer algo e encontrarmos algum alento, algum caminho! ❤️⠀